Há algum tempo já estava me sentindo irritada em amamentar. Isso mesmo: Irritada.

Se tornou algo muito incomodo. Mas deixei ir. O Heitor foi diminuindo a quantidade de mamadas durante o dia, não pedia peito fora de casa, se distraia com outras coisas facilmente. Então decidi diminuir ainda mais a quantidade de mamada. Fui gradualmente, até que semana passada (dia 07/08/2018), no auge da minha irritação, decidi que tinha acabado. Claro que tomei essa decisão pq sabia que meu filho estava pronto, ao minimo de sinal de que iria prejudicá-lo eu não teria seguido com o desmame.

Conversei com ele, olhando em seus olhos e expliquei tudo. Ele quis chorar, acho que entendeu. Mas já fui distraí-lo e não teve mais choro. Toda vez que ele pedia eu explicava novamente e ele logo mudava de foco. Não teve choro, não teve escândalo, não teve desespero. Aí tive mais certeza ainda que estava fazendo certo no tempo certo.

Não posso dizer que utilizei algum método. Simplesmente esperei o tempo certo.

Terça completamos uma semana sem amamentar. Apesar da minha irritação e a vontade de desmamar mesmo, eu não posso pensar muito a fundo no assunto. Tenho vontade de chorar, afinal, meu filho nunca mais vai mamar. Todos esses momentos que tivemos juntos acabaram e não terão outros. Estarão guardados apenas na memória e no coração. O olhar dele dentro dos meus olhos, o sorriso com peito na boca, o jeitinho  dele que era só meu naquele momento, o momento só nosso. Isso é realmente difícil de perder. Mas era preciso pq já não era algo mais tão prazeroso pra mim e pra ele parecia que já não tinha mais tanta graça. Parece até que ele ficou mais "crescido" depois disso. 

Só deixo bem claro que o peito da mamãe estará sempre disponível pra ele, mas agora de outra forma. O meu colo sempre será dele e quando ele quiser estarei sempre aqui.

Período de Amamentação do Heitor
19/09/2015♥07/08/2018
2a10m19d
Gente, tô atrasada!!!

Estava um pouco sem ânimo de escrever. Mas criei coragem.

Meu menino está um meninão esperto. Se desenvolve cada vez mais! Já está formando frases de três palavras (mamãe e papai baba!), conhece as cores, letras (vogais e consoantes) e números (até 12). Ama cantar do jeitinho dele, que é super engraçado! Tem paixão por musica e instrumentos musicais.

Está dormindo a noite toda e a alimentação continua ótima. Come sozinho uma boa parte do prato, depois nós temos que embocar. :D Percebemos que adora uma besteira salgada tipo coxinha e pastel. Deixamos ele comer sim, já que a alimentação dele é ótima e ele não gosta de nenhum doce. Então, as vezes deixamos.

Mês passado tivemos a ultima consulta com a Neuro que nos deu alta da parte neurológica, já que os exames estão perfeitos. Disse que tenho sim que fazer as terapias, já que para um possível diagnostico precisa da equipe multidisciplinar. Também encaminhou para Psiquiatra, pois quem fecha o Diagnostico é ele.

Já começamos as terapias. Graças a Deus encontrei os profissionais que posso pagar e são pessoas empenhadas que trabalham com vontade. Estamos fazendo com calma, pois o Heitor não gosta de ficar sozinho com estranhos. Então, estou participando dessas primeiras sessões e vou saindo aos poucos.

É bem desgastante. Afinal são três profissionais diferentes na semana. Mas acho que é mais desgastante pra mim. O Heitor se diverte na sessões pq é brincadeira pura. Uma brincadeira que tem todo um trabalho, mas pra ele é divertido. Após 6 meses elas farão um relatório, que irei levar para o Psiquiatra.

Por aqui é isso!

Beijos
E mais um mês de Heitor!

E eu já comentei como estou apaixonada pelo meu filho, né? Aliás, todos estamos apaixonados por essa criança linda! Ele tá tão esperto, tão falante, tão, tão... Maravilhoso! Peço a Deus que ele continue essa criança doce e meiga.

Está super esperto. Fala tudo, mas ainda não alcançou a fala da idade. Tipo, ele fala tudo, mas não conversa ainda, sabe? Já vi crianças mais novas ou da mesma idade que batem papo de verdade (acho a coisa mais linda!). Mas o Heitor ainda não está nesse nível. Eu sei que é só questão de tempo e de verdade, estou muito feliz por ele já ter evoluído tanto.

Dorme a noite inteira! Tem dias que acorda uma vez pra beber água. Bebe água, deita e dorme de novo. :D Ainda dorme com a gente, mas espero que ainda esse ano durma no seu quarto. Tô aqui mudando o quarto para fazer essa transição.

Alimentação está ok. Come de tudo! Só não aceita nenhum liquido diferente de água. Mas come bastante fruta pra compensar o suco e come mingau, além, do leite da mamãe. 

Hoje foi dia de pediatra. Está com 94cm de altura e 14kg. Não para de crescer!

Esse mês pegou uma gripe bem forte e teve otite! Gente, criança com dor no ouvido é a pior coisa. Marido e eu sem dormir (pq o Heitor acordava a cada 20 minutos com dor). Nesse acorda acorda eu já nem dormia. Não conseguia. E de dia ele ficava muito amuado. Só chorava. Foi tenso, mas passou.  

Devido a enorme evolução do Heitor e sumiço de praticamente todos os traço de Tea, resolvemos segurar um pouco as terapias. Continuaremos só com a Fono mesmo. Dia 02/07 terei a consulta com a Neuro. Levaremos os exames e conversaremos sobre as terapias.

Por enquanto é isso. Meu menino crescendo, passando para os três anos.
Mais um mês do meu amor!!!

Eu estou completamente apaixonada pelo meu filho. Eu sempre fui, né? Mas agora estamos descobrindo essa criança, que antes era um bebê. Marido e eu estamos encantados, babando muito nossa cria.

Falador, carinhoso, beijoqueiro, nervosinho, educado, obediente (Deus conserve assim), ama musica, ama dançar... Ele está se tornando uma criança linda demais.

São quatro meses de escola que transformaram o Heitor em outra pessoa. Ele desenvolveu muito em todos os sentidos. Agora parece uma matraca, fala de tudo. Fala muita coisa errada ainda, as frases são curtas, mas já evoluiu muito em vista do que era. Agora é questão de tempo pra ele corrigir as palavrinhas e falar certinho.

Perdeu tanta roupa. Tô renovando o guarda roupa dele.

Continua comendo e dormindo bem. Aliás, começou a comer sozinho. Come pelo menos metade do prato sozinho e depois tenho que embocar (parece que ele cansa). A escola e eu estávamos trabalhando nisso e surtiu mesmo efeito.

Ele está ficando tão independente. Acho lindo esse desenvolvimento, acho lindo ver meu filho desabrochar dessa forma. Sempre bate saudade do meu bebezinho, mas a felicidade de ver ele crescer tão esperto e saudável é muito maior. Como mãe, acho que estou entrando na minha melhor fase. As coisas estão evoluindo, as noites estão melhores (o que me deixa mais descansada), acho que meus hormônios estabilizaram, tenho tempo só pra mim... Estou sentindo que finalmente tenho mais espaço. Posso respirar melhor. Não sei colocar em palavras.

Beijos e fiquem com a foto do meu gatão nas dunas de Cumbuco.


O Heitor já tinha viajado de avião... Dentro da minha barriga! Quando eu estava com 20 semanas de gestação nós fomos para Porto de Galinhas. Hoje a gente brinca que ele já viajou sim de avião. :D

Dessa vez o destino era Fortaleza/CE. Nunca contei aqui (aliás, tenho que fazer um post sobre minha pessoa), mas sou natural de Fortaleza. Mudei para São Paulo/SP aos oito anos, logo após a separação dos meus pais. Não estava planejando viajar esse ano para Fortal, mas as coisas acontecem e logo nos fazem mudar de plano. Ano passado descobrimos que o meu pai estava com câncer na garganta e há vinte anos eu não o via. De forma alguma, caso alguma coisa mais séria acontecesse, eu iria me perdoar por não ter ido visitá-lo. 

Então dia 19/04 decolamos. Me preparei bem para o tempo que iriamos passar no avião. Levei frutas picadas, biscoito água e sal, água, brinquedos, livros e tablet. Claro que na hora da decolagem e pouso ele ficou muito bravo, porque tinha que ficar sentado com o cinto afivelado. O restante do tempo foi muito tranquilo. Ele brincou e durante a metade do voo dormiu... Na ida e na volta.

Decidimos nos hospedar em Cumbuco. Alugamos um apartamento lindo pelo Airbnb e foi a melhor coisa! O Heitor se sentiu em casa. Preferimos a casa ao invés do hotel ou pousada, por isso mesmo: Liberdade para o Heitor. Sei que no Hotel tem bastante espaço e tals, mas a questão das refeições me preocupava bastante por ele não comer muito bem fora de casa. Foi a melhor decisão. Ele aproveitou muito o lugar. É grande, arejado e com uma vista linda. Todo dia tinha Kitesurf e o Heitor ficou encantando assistindo na varanda o pessoal praticar. Preparei nossas refeições, não tivemos problemas. Foi muito bom e até ele ter uma certa idade vamos optar por alugar apartamento ou casa.

Lagoa do Cauipe S2

A vista de todos os dias! 
Se quiserem experimentar o Airbnb, me falem e passo o link por e-mail para ganharem R$ 130,00 de desconto na primeira viagem.

Confesso que todos os meses que antecederam a viagem eu fiquei muito mal, com sentimento de não querer ir. Passavam coisas absurdas na minha cabeça, que me faziam tremer. Tudo isso porque iria voltar ao bairro onde passei os piores momentos da minha vida. E pior... Iria voltar a casa onde tudo aconteceu e iria levar meu filho e esposo comigo. O coração estava acelerado, mas quando Deus se faz presente na nossa vida tudo corre bem. E no final foi uma viagem abençoada. Reencontrei meu pai e estou em paz.