Oi meninas!

Mais uma vez aqui! Sumi um pouquinho, pois dia 04/05 entrei de férias e 06/05 decolei para Porto de Galinhas. Gente, que lugar é aquele? Simplesmente apaixonei! Eu, marido e Heitor curtimos bastante, conhecemos algumas praias e pegamos um bronzeado básico. O voo foi super tranquilo. Minha médica me deu um atestado, caso precisasse, mas não precisou. Graças a Deus já estamos em casa, voltamos dia 12/05 e dia 17/05 pegamos a estrada para Campos do Jordão. Viajar é muito bom, mas a nossa casa é sempre muito melhor.

Agora, vamos ao assunto do post... haha O enxoval do Heitor já está quase pronto. Faltam algumas coisinhas como o balde de banho, roupa de cama do berço, cobertor, bebê conforto, cabides e os produtos de higiene (a maioreia dessas coisas esqueci de comprar, mesmo constando na lista. Oi?). Algumas dessas coisas não encontrei no Brás, mas acho que chegou um ponto que eu já não queria ver mais nada e ir embora! rs Por isso não encontrei, ou seja, não procurei direito. Outras coisas, eu acho, que consigo comprar mais barato pela internet.

Primeiro de tudo, eu fiz a lista com as dicas da minha mãe, sogra e amigas mães, fora as pesquisas na internet. Uma curiosidade, antes de engravidar, aliás, antes de casar, eu encontrei uma lista de enxoval no blog Vida Materna. Achei demais, pois dá dicas da quantidade de roupas e acessórios de acordo com a idade e estação do ano. Peguei como base e adaptei a minha realidade.

Com a lista pronta, lá fomos marido e eu para a Rua Maria Marcolina, Brás. Lá tem a maior concentração de lojas especializadas em enxoval de bebês. Fomos dia 05/05, numa terça-feira nublada. Estava ótimo pra andar. A rua estava vazia. Eu fui com duas lojas em mente que nas minhas pesquisas constavam como excelentes em relação a preço, qualidade e variedade. As lojas são Rita Baby e Bebê Magazine. Estava decidida a comprar somente nesses lojas, mas aí você vai andando pela rua e vendo que os preços são melhores em outras lojas. Não anotei os nomes das lojas, pois lá, você tem que andar e pesquisar mesmo pra valer a pena. Por isso, é bom não ir quando a barriga está grande demais. A minha é pequena e já fiquei cansada. O ideal também, para quem consegue, é ir no meio da semana. No FDS lá é super lotado.

Abaixo, as fotos de algumas coisas que comprei e os preços também. Não tirei foto de todo enxoval, pois é bastante coisa, ok? Vejam e me falem o que acham.

Body Manga Longa e Curta por R$ 3,50 (Bebê Magazine). Culote com pé por R$ 2,50 (Lukinhas Baby).

Macacão por R$ 10,00 (Rita Baby)

Macacão Plush por R$ 13,90 (Rita Baby). Depois que comprei estes, vi em uma outra loja por R$ 9,90. Morri... Mas já tinha comprado.

Itens diversos: Babador com forro por R$ 10,50; Manta por R$ 13,00; Toalha forrada com fralda por R$ 18,00; Pacote com 15 fraldas por R$ 30,00; Kit Manta/Cueiro por R$ 12,00; Pacote com 6 pares de meia por R$ 3,50; Paninho de boca com 3 unidades por R$ 4,60. Todos comprados na Rita Baby, exceto o Paninho de boca, estes comprei na loja Bebê do Brás.

Esses eu comprei para passeio e por isso são mais fofinhos e um pouquinho mais caros, mas mesmo assim, baratos em comparação as outras lojas. Os dois primeiros custaram R$ 31,50 cada, o terceiro custou R$ 31,90 e o último R$ 26,95. Loja Theoharis.

Agora, alguns pontos negativos que eu achei:

-Algumas coisas não achei que vale a pena, como por exemplo, carrinho e bebê conforto. Na internet você acha por mais barato se pesquisar.

-Não tem muita variedade entre as lojas. O que você achou em uma, você também vai achar na outra.

-Ah... Roupas para meninos é bem mais difícil de comprar. As cores são as mesmas em todas as lojas, as estampas também.

-Atenção, lá também tem coisa cara. Também tem coisa muito barata que só aguenta uma lavada. Tem que se atentar e procurar o bom, bonito e barato.

Mesmo com tudo isso, ainda acho que vale super a pena ir lá. Tudo tem um lado ruim, né? rs

Espero que tenham gostado!

Beijos

Obs. O próximo post será sobre o quarto do Heitor! Não vejo a hora de falar dele pra vcs!