Gente, esse mês passou tão rápido que me assustei quando lembrei que já tinha que fazer o post dos 25 meses.

Como vão as coisas? Tudo muito parado aqui pelo Blogger, né? rs

Por aqui vai tudo bem graças a Deus. Meu menino tá crescendo esperto e palhacinho agora. Adora fazer brincadeiras. Sem muitas novidades esse mês. Só que começamos com a Fono e eu estava louca pra ver como seriam essas sessões. Ela simplesmente brinca com ele. Só isso. Brinca. Mas toda verbalizando e tal... Mas eu já faço isso em casa. Tô continuando, pois já comecei. Vai que funciona.

- Continua se alimentando e dormindo bem. Ama brincar de esconde esconde e bolhas de sabão. Fica maluco quando vê algo no céu: Pipa, Lua, Avião, Balão. Está dançando super bem com coreografias e tudo. A preferida é Caranguejo Peixe É. Ama, ama escutar música! Eu coloco música em casa e ele dança, tenta cantar e brinca com os brinquedos dele ao mesmo tempo.

- Comprei algumas cuequinhas, penico e redutor de assento para vazo sanitário. Já estou mostrando algumas coisas, tipo vídeos e músicas. Já coloquei ele sentado no vazo e penico também. Tô explicando aos poucos. Ele não fala, mas entende, sabe? E gosta de ficar sentadinho lá...rsrs Mas o desfralde irei começar, se tudo correr bem, no verão. Mas só se eu sentir que ele está preparado.

- E depois de tanto tempo ainda tem tetê? Tem sim! Em casa durante o dia é livre demanda. Quando saímos ele não pede mais. Só mama em casa. Engraçado, né? Eu só falei uma vez pra ele: Meu amor, aqui não tem mamá, viu? Só em casa.
Nunca mais ele pediu fora de casa. Como estamos assim (sem mamar na rua e sem mamar de madrugada), seguiremos com a amamentação até quando Deus e o Heitor quiser. Sem pressa nenhuma pra desmame.

- Perdeu muitas roupas, sapatos e sandálias. Como está tudo em perfeito estado, dei para o meu sobrinho que chega ainda esse mês. É claro que tem coisas que não tenho coragem de dar. O que vou fazer com elas não sei... hahaha

Por aqui é isso.
Volto logo.

Beijos
Sim, mais um ano se passou para o meu pequeno. E que ano! Passou voando. Oficialmente tenho um menininho dentro de casa.

Antes eu achava que o Terrible Two tinha chegado, que nada. Não sabia de nada! Depois do dia 18/09 parece que virou uma chavinha e o menino tá se achando o adolescente. Tô tentando lidar com sabedoria, mas as vezes da vontade de sentar e chorar. Mas essa opção não existe, então, respiro fundo e sigo em frente. Vai passar!

Dia 25/09 fomos ao pediatra. Heitor está com 12,600kg e 88cm. Continua comendo muito bem, graças a Deus! Brinca, pula, corre, escala (tô sempre tendo mini infarto), dança e ainda não está falando como deveria. A pediatra encaminhou para fono e solicitou uma Audiometria. Não foi possível fazer o exame pq o menino começou a fazer escândalo, então, ela fez um mais simples que deu normal, porém, teremos que dar um jeito de fazer a Audiometria futuramente. Já fizemos a avaliação na fono e começaremos a sessões logo. Tô torcendo pra funcionar. Ela indicou colocar em uma escolinha como parte do tratamento, mas estou muito relutante. Minha experiência não foi das melhores. Talvez agora seja melhor, mas ainda não sei.

Nesse mês o Heitor começou a amar livros e gibis. Ele pega o livro que quer e nos entrega para ler. Fica folheando os gibis por um bom tempo olhando as figuras. Uma graça! Pelo menos ele se comunica muito bem, sabe? Pq os achismos do povo sobre autismo começaram a rondar por aqui. Mas eu sei que é um conjunto de sintomas que o Heitor não tem. Então, falem o que quiser, estou tranquila. Lógico que me chateia, as pessoas poderiam ter uma pouco mais de bom senso. O pior é que certos comentários te deixam tão pra baixo que vc começa a se achar uma péssima mãe. Não é fácil. As vezes eu gostaria que pelo menos uma coisa acontecesse no tempo esperado, mas não. Sinto que vivo em uma prova de fé. :(

Finalmente rasgaram os últimos molares, o que deu um pouco de trabalho, mas já passou. Atrapalhou um pouco o processo de desmame noturno, mas agora voltou ao normal. Falando nisso, agora ele dorme por volta das 22:00 e vai até as 5:10, mama e dorme novamente, vai até as 7:30 ou 8:30. As vezes acorda as 3:00, mas vira e dorme de novo. Um sonho! Minha vida é outra, gente! Também continua com a soneca depois do almoço de uma hora e meia ou duas horas. O bom é que com o desmame noturno ele aprendeu a dormir sozinho. Engraçado que dá a hora de dormir, ele já me chama para deitar na cama... hahaha Ele briga um pouco com o sono, tira as meias (tá com essa mania) e dorme.

Agora, vamos falar sobre a festa???
Fizemos dia 23/09 as 15:00. O Heitor dormiu e acordou super enjoado! Fiasco total! haha
Mas deu pra curtir um pouco. Muito bom sentir o carinho dos amigos, comer coxinha e bolo de aniversário (de abacaxi com creme, feito pela Bisa). E agora, uma fotinha da mesa do bolo.

Como falei, o tema foi Snoopy e Charlie Brown, já que ele ama o desenho. Na mesa tinha Cupcake de chocolate com cobertura de ganache, mousse de limão e trufas de chocolate. 
Por enquanto é isso, minha gente! Volto pra falar sobre as sessões de Fono do Heitor.

Beijos <3
Oi, gente!
Quanto tempo.

Tô com tantas idéias de post, mas estou sem disposição pra escrever todos...rsrs Dias complicados para essa mamãe.

Bom, venho com uma ótima notícia: Finalmente concluímos o desmame norturno. Vamos do começo...

Já estava há um bom tempo criando coragem para inciá-lo... Mas a coragem não vinha. Até que um dia eu fiquei muito brava e não aguentava mais aquelas acordadas da madrugada. Poxa vida! Ele já come muito bem durante o dia... Pq tem que ter mamada da madrugada? Maasss... Como falei, cadê a coragem? Eu sabia que teria choro, que teria desespero na madrugada e eu ão tinha disposição pra isso. Até que um dia apareceu uma publicação do blog Mamãe Tagarela no meu Facebook:

Desmame Noturno Com Amor e Respeito – Existe.  


Li o post inteiro e como serviu de motivação para começar. Naquele momento criei a força e a coragem que precisava. Então, dia 01/08/2017 começamos o processo. Escolhi o intervalo das 23:00hrs as 6:00hrs para não dar peito. Como no texto fala, é óbvio que a criança vai chorar, mas vc não precisa abandoná-la. O Heitor chorou muito, mas como fazemos cama compartilhada, eu o abraçava, batia na bundinha, dava beijinho, fazia "shiihh". Na primeira noite chorou por 30 minutos, até que se cansou e dormiu. 

No os outros dias (me surpreendi bastante), ele acordava, dava uma choradinha, me sentia, virava e dormia. Tudo isso em menos de 5 minutos. Foi assim por 15 dias, acordando duas ou três vezes na madrugada. Deixaram bem claro que a criança entende esse processo e começa a dormir sem acordar entre 15 e 20 dias. Deu 15 dias e eu já estava  achando que não iria funcionar. Já cheguei até aqui, vou continuar... Pensei. Então, 20 dias depois de tudo... O Heitor dormiu 8 horas seguidas! OITO HORA SEGUIDAS!!! O-I-T-O H-O-R-A-S!!! Vcs sabem o que é isso, gente? Foi inacreditável, foi incrível, foi maravilhoso! Eu lembro que acordei de supetão, com a incrível sensação de que o corpo estava descansado. O Heitor acordou um minuto depois e quando peguei o celular eram quase 6 da manhã. Foi demais, parecia um sonho.

No dia seguinte ele dormiu um pouco menos, mas foram mais de sete hora seguidas. Depois desandou um pouco, pq o segundo molar estava nascendo (já rasgou) e agora tudo voltou ao normal. Normalmente ele vai dormir as 22:00hrs e acorda por volta das 5:30hrs ou as 6:10hrs da manhã. Sem falar na soneca de dia de uma hora e meia ou duas horas. Uma benção! Nem acredito que hoje essa é a minha realidade... Antes eu tinha um bebê que do nada cismava em dormir as 5:00hrs da manhã. E quando dormia cedo acordava de hora em hora. Sem palavras pra agradecer por tudo melhorar.

Tudo passa, tudo passa! 
Esse post foi uma verdadeira benção, pq eu não tinha idéia de como fazer  desmame noturno. Estava totalmente perdida. Graças a Deus, deu tudo certo. Espero que continue ajudando muitas mamães. :D

Beijos




Mais um mês se passou, meu pequeno crescendo acelerado. Fico muito feliz de ver ele crescer tão bem, mas as vezes, bate uma saudade enorme daquele bebezinho.

Esse mês não foi de muitas novidades. É notável que ele está cada vez mais inteligente, esperto, mas nada muito diferente. Continua com as mesmas palavras. Só as expressões que estão contudo (surpresa, curioso).  Mês que vem teremos a consulta dos dois anos e se continuar da mesma forma, vou solicitar um encaminhamento para Fono e Neuro. Acredito que esteja tudo bem, pois ele se comunica super bem e entende tudo o que falamos. Vai ser só por desencargo mesmo e vamos torcer pra que tudo esteja realmente bem.

A alimentação está a mesma, graças a Deus. Come de tudo, desde que seja molhadinho. Ama sopa de legumes, macarrão e carne! Descobri isso esse mês... haha. Uma novidade é que agora toma água sozinho no copo e quando não quer mais nos entrega. Antes ele jogava no chão... :/ Junto com a Introdução alimentar, iniciei a oferta de água no copo de treinamento com bico rígido e sempre intercalei com a oferta direto no copo, sem bicos. Faz alguns meses que ele só bebe líquidos direto no copo ou garrafa. Não aceita mais bicos.

Em relação ao sono, irei fazer um post mais pra frente.

Eu não relatei aqui, mas em Junho fizemos uma viagem para São Roque/SP. Ficamos em Hotel muito legal com All Inclusive. No hotel tinha fazendinha, com muitos bichos e o Heitor se divertiu muito. Quando falam que tudo passa, é a mais pura verdade. Foi a viagem mais tranquila que fizemos até agora. O Heitor estava maior e já interagia bastante. Não tivemos problemas com o sono ou alimentação (inclusive comeu a comida do Hotel), foi realmente tudo tranquilo.

Heitor aos 21 meses. A criança quase pirou quando viu o cavalo! rsrs

Ando achando o blogger um pouco parado, né? Estão migrando para outras plataformas. Inclusive pensei em fazer um Insta, mas de jeito nenhum abandono o blogger. Por enquanto é isso, gente.

Ah, e mês que vem tem festa!!! :D


O Heitor passou tanto tempo sem comer absolutamente nada que quando vejo que até sobremesa ele come hoje em dia, até me emociono. E até tem uma preferida, gente. Ele simplesmente ama.

Eu já fazia creme de Manga com Maracujá, mas aí decidi acrescentar o Inhame e o resultado foi maravilhoso. E antes da receita, vamos ver as vitaminas e minerais de cada ingrediente.

Inhame:  Vitamina A, B e C, tem também amido, cálcio, carboidrato, proteína, potássio, ferro, fósforo e fibra dietética.(Fonte)
Manga: Carboidratos, fibras, Antioxidantes e vitaminas, tais como Vitamina A, vitamina B, Vitamina CVitamina E e Vitamina K. A Manga também é uma boa fonte de vários minerais como CálcioZinco, FerroMagnésio e Potássio. (Fonte)
Maracujá: Vitamina AVitamina CRiboflavinaNiacinaFerroMagnésioFósforoPotássio, de cobre, fibra e proteína. (Fonte)

Maravilha de sobremesa, né? E não tem um pingo de açucar! Nem precisa, o sabor é muito bom. Bora pra receita. Irei colocar o que eu uso, tá?

Ingredientes
- 3 mangas pequenas (Uso a Palmer)
- 1 maracujá médio
- 1 inhame médio

Modo de preparo
Cozinho o inhame até o garfo entrar macio. Escorro toda água e o amasso com garfo mesmo. Pico a manga, abro o maracujá e coloco todos os ingredientes no liquidificador. Bato até ficar com textura cremosa e bem homogênea. Deixo na geladeira até refrescar bem. Essa receitinha rende umas 4 porções.

bon appétit ;)




Oi? Como assim? Meu filho está quase com dois anos? É isso mesmo? Como isso aconteceu?

É assim que as vezes penso. O tempo passou e mesmo estando 24h por dia ele, parece que perdi tanta coisa, sei lá. Graças a Deus eu tenho tudo relatado aqui no blog pra nunca esquecer. E mesmo assim existem coisas que não postei aqui e morro de medo de esquecer. Um dia farei um post só sobre essas coisinhas. :)

A novidade desse mês é algumas palavrinhas que ele andou soltando. Nada demais, tudo bem erradinho, mas falou.

Por enquanto temos:

Papai
Mamãe
Peppa
Opa
Oopy (Snoopy)
Per ii (Pera aí)
Aahh (Água)
Pipi (Passarinho ou Pintinho)
Pópó (Galinha)
Ipa (Pipa)

- Adora dançar, faz algumas coreografias e tudo mais. As musicas preferidas do momento são Sambalelê (Galinha Pintadinha), Caranguejo peixe é (Palavra Cantada) e Hoje é domingo (Palavra Cantada).

- Se alimenta muito bem, graças a Deus. Come de tudo que ofereço. Demora pra provar, mas insisto e depois come saboreando...rsrs Tem aceitado pedacinhos, mas tudo bem molhadinho com caldo de feijão. Ele odeia comida seca, coloca pra fora na hora.

- O soninho está na mesma. Acorda pra mamar e dorme de novo. Estamos ainda na cama compartilhada e estou criando coragem para fazer o desmame noturno. Preciso de forças pra isso, sei que vai ter muito choro.

- Birras chegaram com tudo. Agora mais que nunca. Se joga no chão, tenta morder, tenta arranhar, bate a cabeça na parede ou no chão. Eu e o marido somos firmes, mas ao mesmo tempo carinhosos e tentamos explicar o motivo de não permitir tal coisa e já desviamos a atenção dele para outra atividade. Tem dado certo, só não sei até quando.

- Fisicamente está um verdadeiro menininho. Cresceu bastante cabelo. To loka pra cortar. :D

Sem muitas novidades, né? Mas não poderia deixar de registrar as que tenho.

E esse mês mais tenho pensando muito sobre o retorno ao mercado de trabalho. Gente, não tenho forças. Não tenho coragem, mas eu quero muito. Eu realmente não sei o que fazer. Mamães que já passaram por isso, me ajudem.

Beijos


Engraçado que quando acabou a festa de uma aninho do Heitor eu já estava pensando no tema da próxima festa. A experiência foi muito boa, agora quero fazer sempre... Hahaha

E já está quase tudo pronto pra festa de 2 anos.

- Já fechamos o aluguel da mesa principal e das cadeiras e mesas para os convidados. 
- Comprei a roupa do Heitor, que será a roupinha do Charlie Brown.
- Bolo fake já aluguei.
- Lembrancinhas já compradas.
- Bolo e os docinhos serão feitos por mim e pela minha mãe.
- Serviremos salgados fritos e assados, mini pizza, mini hot dog, suco e refri.
- A festa será de duas horas e meia ou três horas no máximo, pois será na minha casa e não vai ter muita coisa pra distrair as outras crianças. Então, não dá pra demorar muito, né?
- Esse ano também faremos um ensaio fotográfico. O do ano passado foi um fiasco, pois o Heitor chorou muito. Felizmente algumas fotos ficaram demais. Vamos ver esse ano.

Comprei uma pelúcia do Snoopy para o Heitor e como ele ama o desenho, ficou super empolgado quando mostrei pra ele. Ele abraçava, beijava a pelúcia, e abraçava de novo. Um amor! Fiquei feliz, pq no niver ele não vai soltar e vai render umas boas fotos... Rsrs

Por enquanto é isso. Não vejo a hora! Faltam só três meses! rsrs
Eu acho que eu não sabia era de nada. Quando engravidei nem cheguei a me preparar para o pós nascimento. Não fiz curso, não assisti videos de banhos em RN, nem de como trocar a fralda... Não fiz nada. Apenas li uma coisinha ou outra. E vou falar que não me arrependo. É impressionante como vc aprende e aprende rápido. Se um dia nascer outro, sei que, em relação aos cuidados, estarei bem preparada.

Mas agora... Existem coisas que eu nem imaginava. E que foi uma grande surpresa pra mim e graças a Deus que minha mãe estava aqui para me orientar (e acalmar). Não sei se com vcs foi a mesma coisa. Vou listar algumas que aconteceram por aqui.

- Reflexo de Moro: "O reflexo de Moro é um reflexo normal em todo bebê recém-nascido, que se caracteriza por abdução e extensão brusca de membros superiores, geralmente associado a movimento semelhante de membros inferiores e choro forte." Fonte
Vocês sabiam/sabem que isso existe? Eu fiquei super assustada quando vi pela primeira vez. O Heitor estava deitado e do nada estendeu os braços, como se tivesse tomado um susto. E isso só acontecia durante as sonecas. Logo aprendi: Três reflexos seguidos e ele acordava. Corri e fui pesquisar. Depois falei com a pediatra e ela disse que é normal. O bebê saudável precisa ter isso. Seria preocupante se isso não estivesse acontecendo. O que pode ajudar é fazer o charutinho. Mas o Heitor odiava. :/

- O Estrabismo: Sim! As vezes eles ficam vesgos. Normalmente é em um olho só e dura um milésimo de segundo. Quando aconteceu, eu gritei pra minha mãe: Mãe, o Heitor ta vesgo! 
Na mesma hora minha mãe riu e disse que é assim mesmo... hahaha

- Muita necessidade de colo: Vcs já ouviram falar na exterogestação, né? Ela é real gente! Se o seu baby ainda não nasceu... Prepare-se para oferecer muito colo. A necessidade de estar grudadinho é impressionante. Eu jamais imaginei que fosse dessa forma, afinal, sempre que visitava um RN estava no carrinho, no berço, na cama... Sei lá. Pensei que eu não iria precisar ficar com ele no colo tanto assim. Mas precisei! Era muito peito, muito colo e mais colo. As vezes eu embalava ele por uma hora e quando colocava no berço ele acordava. Depois aprendi: Dormiu? Continua no colo. Sentava no sofá e começava a assistir os meus filmes. O Sling ajuda muito gente, mas o Heitor também não gostava de Sling. Era um choro só! 

E vcs? Me contem.

Beijos

Genntemm, mais de um mês sem postar. Que horror! E olha que tenho muitos posts aqui na cabeça, mas cadê a disposição?

Venho falar de mais um mêsversário do meu pequeno. Não foi um mês de grandes mudanças, mas foi legal.

Continua se desenvolvendo bem, cada dia mais esperto.

- Temos palavras novas! Peppa e Bii-bii (carro).  Teve um dia que falei assim: "vou ligar a TV, pera aí". Aí ele ele repetiu "Per ii"... Kkk Foi bonitinho. Mas nunca mais repetiu. Estamos de olho, pq com dois anos ele tem que falar mais coisas. Apesar que acho que não tem nada, é só o tempo dele que é diferente.
- Agora ele ajuda a vestir a roupa nele e até mesmo tirar.
- Faz coreografias de músicas. "Caranguejo peixe é" por exemplo e "Cabeça, Ombro, Joelho e pé" (esse é o nome?).
- Segundo Molar a vista. Está irritado, gengiva inchada e coçando, está comendo um pouco menos por isso tb, além da babação. Graças a Deus são os últimos e ficaremos livre dessa parte.
- Dia 22/06 tivemos pediatra. Está com 11950kg e 83,5cm. Foi diagnosticado uma dermatite no rostinho, pq a doidona aqui foi querer lavar as roupas do menino com Omo. Aí já viu, né? Estamos tratando, já notamos uma leve melhora. De resto, tudo certo, graças a Deus.
- Sono na mesma. Acorda umas duas vezes pra mamar.

Me falavam que por volta dos dois anos a criança começa a dar um pouco mais de liberdade pra mãe, até pq eles querem descobrir outras coisas, né? E é verdade, gente. Ele já inventa as próprias brincadeiras e brinca sozinho. Explora a casa, pega o que quer e se distrai com aquilo. Aí consigo assitir uma coisa ou outra, olhar as redes sociais, falar no whatsapp, resolver algum pepino. Claro que não é sempre. Tem hora que ele me quer e acabou. Pede colo, me escala, não aceita mais nada. Eu fico feliz em vê-lo crescer assim e confirmar que realmente tudo passa, tudo tem seu tempo determinado.

Agora, estou aqui com medo dos próximos passos: Desfralde e desmame.
Da até tremedeira. Ele começou a dar alguns leves sinais em relação ao Desfralde. Notei que quando vai fazer xixi ele de abaixa e qdo faz coco ele sai de perto e não quer ninguém pegando nele, além de, às vezes, passar a mão na barriga antes de fazer. Tô de olho e se, tudo correr bem, no verão começaremos.

Já o desmame, nem sei como vai ser... Hahaha. Acho que será mais difícil pra mamãe aqui do que pra ele.

No próximo post falarei da festa de dois anos. Já está quase tudo certo. Não vejo a hora.

Beijos

Gente, quanto tempo que não passo por aqui. Na verdade não consegui escrever antes mesmo. Por mais que o Heitor tenha ficado mais maduro, passou por um salto terrível e me requisitou mais do que o de costume. Ufa! Mas já passou.

Esse mês, por mais difícil que tenha sido, foi muito bom. Agora tenho um mini adulto mesmo dentro de casa. Ele sempre conseguiu se comunicar bem e já sabíamos que ele entendia tudo o que falamos, mas agora, temos mais certeza do que nunca. Entende todos os comandos e muito mais. Infelizmente ainda não fala, mas já evoluiu. Água ele fala "Áááhh"... rsrs Só isso até agora, além de papai e mamãe.

Está se alimentando muito bem, graças a Deus! E a melhor novidade de todas é que agora ele aprendeu a mastigar. Sim, ele mastiga! Isso era um sonho pra nós e nem acreditamos que ele aprendeu. Agora come arroz com caldinho de feijão, legumes picadinho, carne moída, pedacinhos de frango ou frango desfiado, pão, bolo, torrada, bolacha... Uma beleza! Imaginam a minha felicidade, né? Passei um ano sofrendo com tudo isso e nem acredito que tudo mudou. Tudo é no tempo deles, né? Não adianta se desesperar. Inclusive já demonstra vontade de comer sozinho com talheres. Com o garfo ele já consegue, mas só brinca com a comida.

Em relação ao sono está na mesma. Tem dias que acorda muuito, tem dias que acorda só duas vezes. De dia tira um cochilo de 1 hora ou 1 hora e meia. As vezes dorme quase 3 horas seguidas.

Está com 11700kg e 83cm. Cresce a olho nu. As vezes me assusto um pouco, tá um verdadeiro menininho. E está confirmadíssimo: Terrible Two chegou. Não aceita ser contrariado, tudo tem que ser pra ele/com ele. Se joga no chão, se debate, morde, puxa cabelo... Gente! O que é isso? É meio difícil lidar com isso, mas estamos seguindo. E junto disso, não pode ver a gente com celular que quer tomar da nossa mão. E fica super bravo, pq negamos, né? As vezes deixamos ele brincar um pouco, mas evito ao máximo. Deixo pra usar essas coisas (ou recursos?) em caso de emergências.

Os preparativos da festinha de 2 anos estão em andamento. Já falei que o tema será  Snoopy e Charlie Brown, né? To correndo e logo conto as novidades sobre isso.

Por enquanto é isso.

Beijos pra vcs.


Bebê perde roupa muito rápido, né? Já dei tanta roupa do Heitor que já perdi a conta. E ainda tenho três caixas pequenas de roupinhas especiais que não tenho coragem de me desfazer. Por isso, aqui na hora de comprar roupa, eu prezo muito qualidade e preço também. Tem que ser bom, bonito e barato.

E nesses 19 meses consegui encontrar algumas lojinhas com preços bem atrativos. Não sei se vcs já conhecem, mas vou listar aqui as minhas três mais.

Bebê Fofuxo - Essa aqui é uma que gosto muito! Sabe aquelas roupinhas basiquinhas que todo bebê deve ter? Então, ela tem e além da qualidade, os preços são ótimos. Outra coisa também é que tem Body para crianças de até 3 anos! E eu amo Body. Fica mais ajustadinho, não fica subindo e segura a fralda pra não ficar caindo. A fase em que o Heitor está, eles acabam sujando muita roupa, então, uso esses basiquinhos mesmo no dia a dia.

Dinda - Essa é famosa e eu amo! É aqui compro as roupinhas mais descoladas e sapatinhos tb! Sempre pego promoções vantajosas. A primeira roupa de bebê que comprei foi nesse site e ainda antes de engravidar.

Aliexpress - Adoro!!! Dá vontade de comprar tudo! E eu já comprei quase de tudo lá. Normalmente acho que as roupas de frio valem a pena, como aqueles macacões tipo carter's de plush com anti derrapante nos pés. Pra dormir são ótimos e por aqui é bem carinho. Sei lá, não é que seja caro, mas eles perdem muito rápido, então, dá pra​ economizar nisso.

Essas foram as ultimas aquisições. Bem quentinho, ótima costura. Ainda ganhei dois pares de meia. Paguei R$ 70,00 nos dois. Link do produto.

Tem muitas outras por aí... Tipo Moda Love, Poetique, Tricae, Grão de Gente. Opção não falta, mas as minhas preferidas são essas três. Se um dia o segundinho(a) chegar, o enxoval será feito todo pela internet... haha

E vcs? Quais são as mais mais?

Beijos
Heitor já com 19 meses e todos já perguntam (outros cobram) sobre  um segundinho(a).

Eu penso tantas coisas sobre esse assunto que não sei colocar em palavras. Tenho algumas coisas que me impedem de falar com todas as palavras: Vou ter um segundinho. Não consigo dizer isso. E o principal impedimento é: Carreira profissional. Eu queria muito tentar voltar a trabalhar ano que vem, mas não tenho um pingo de coragem. Agora já imaginaram se eu tiver um segundinho? Acho que não volto nunca mais! Isso é muito difícil pra mim, pois não foi pra isso que tanto lutei. Saí do emprego com promessas muito boas pra quando eu voltasse de licença maternidade. Mas o meu coração pediu pra ficar e larguei tudo mesmo. E não seria justo ficar com o Heitor e não ficar com o segundinho(a), né? Então, estou em um dilema daqueles.

Outras coisas também passam pela minha cabeça:

- Vou dar conta de dois? Mal dou conta do Heitor.
- Os primeiros 6 meses de um bebê... Será que aguento tudo de novo?
- O mundo! Sério que quero trazer outro ser humano pra esse mundo maluco cheio de violência, doenças, pobreza e guerras? O que irá restar pra eles?

Minha mente vai longe em relação a este assunto. Tem horas que queria sim ter outro bebê, tem horas que não quero de jeito nenhum. Pelo marido teríamos sim, mas só quando o Heitor completar 3 ou 4 anos. E será que teremos coragem e disposição? hahaha

Por enquanto não tem nada definido. Heitor continuará o único. O que eu decidir (quando decidir), com certeza, venho contar aqui.

E vcs? O que acham? Me contem suas experiências. Me ajudem! rs

Beijos
Mais um mês que passou voando e eu nem vi.

Ontem estava assistindo um vídeo em que o Heitor tinha apenas quatro meses. Segurei o choro, pq não consigo acreditar que ele já cresceu tanto. As pessoas sempre falavam que passava muito rápido, mas eu não sabia que passava TÃO rápido. Parece que perdi tanta coisa, parece que não aproveitei o bastante. E olha que estou com ele 24hrs por dia, desde que nasceu (exceto por algumas horas uma vez ou outra). Essa sensação é frustrante. Queria fazer passar mais devagar, mas não é possível. Sinto que é exatamente como a música: Hoje o tempo voa, amor. Escorre pelas mãos.

E o que aconteceu esse mês?

  • O menino tá correndo desenfreado. Parece que a qualquer momento vai cair de cara.
  • A coordenação motora evolui dia a dia. Consegue abrir e fechar alguns potes, está segurando lápis/caneta/giz de cera cada vez melhor e faz muitos rabiscos.
  • Balbucia bastante, mas não temos palavras novas por enquanto (não que eu tenha notado, ele fala tanta coisa que não entendo hahaha)
  • Continua se alimentando legal. De manhã fruta, almoço variado, de tarde outra fruta, jantar variado e antes de dormir come mingau (ele ama!).
  • Dia 13/04 estava com 82cm e 11250kg.
  • O cabelo deu uma boa crescida. Logo mais teremos que cortar.
Fora isso, tenho duas novidades: Dia 20/03 pegamos a chave do nosso AP! Finalmente. Estamos reformando, já está quase pronto. Logo iremos anunciar para locação. E a outra novi é que serei tia novamente. Meu irmão mais velho será papai de novo! Nunca comentei aqui, mas tenho duas sobrinhas. Uma de 19 anos e outra de 5 anos, uma de cada irmão. A de 19 anos ganhará um irmão ou irmã. Estamos muitos felizes! :)

E falando em Babies, preciso fazer um post sobre um segundo filho. Acho que será o próximo post...haha

Beijos, até a próxima.




Gente, uma rápida atualização. 
Conforme abaixo, o Heitor começou a aceitar comida há mais ou menos um mês. Hoje fomos ao pediatra e, graças a Deus, o Heitor recuperou seu peso. Aliás, engordou bastante e comendo somente comidinhas saudáveis. Está 11250kg e 82cm (estava com 10070kg e 81,5cm). Mamãe acalmou o coração. Agora, acredito que não irá continuar engordando dessa forma, ele apenas recuperou o que perdeu e o que deveria ter ganhado.
Obrigada, Deus!

-----*-----*-----

E aí que seu bebê nasce. Vc morrendo de medo da amamentação... De tudo dar errado. Mas pelo contrário, tudo dá muito certo. Mais certo do que vc imaginava. Bebê ganhando peso, crescendo lindamente. Chegam os 6 meses de amamentação exclusiva: Hora da Introdução Alimentar (IA).

Como mãe, até aqui, esse foi o meu maior desafio. Na mesma proporção que amamentação deu certo, a IA deu errado. Eu li tanto, estudei tanto, passei com nutricionista antes de começar e as coisas não aconteceram.

Por aqui escolhi a forma tradicional, com papinhas mesmo. O Heitor aceitou até os 9 meses, depois disso, simplesmente parou. O LM e água eram as únicas coisas que ele aceitava. Mas até um ano, tentei manter a calma, afinal, o LM continuava sendo o principal alimento. Depois de um ano e um mês, o Heitor começou a perder peso e  claramente não estava consumindo todos os nutrientes que precisava. O cabelo estava ralo, o rostinho dele estava bem abatido... Como se estivesse doente. Entrei em nível de desespero que não sei explicar. Comecei a ficar muito triste com tudo isso, já não sabia mais o que fazer. Todo santo dia eu chorava. Pode parecer exagero, mas só quem tem um filho que não come, sabe do que estou falando e como isso deixa uma mãe muito mal. Me peguei analisando e reanalisado os meus passos até aqui. Em que  o momento errei? O que eu fiz ou deixei de fazer? Ah, e as pessoas... As pessoas te culpam, te falam coisas absurdas. E vc precisa aprender a lidar com isso também, pois, depois que vc se torna mãe, o que as pessoas mais fazem é te julgar.

Gastei uma graninha levando em pediatra famosinho, mas não adiantou nada. Tentei por na escolinha... Vendo outras crianças, vai que ele decide comer tb. Não adiantou de novo, muito pelo contrário.

Como falei em um post passado, o Heitor começou a aceitar comida aos poucos. E há mais ou menos um mês, ele começou a comer de verdade. Não é como sonhei: É sentadinho no meu colo, a comida tem que ser amassada, dou na boquinha... Mas come, ele come. A impressão que tenho é que comecei tudo de novo. Um ano nesse processo, mas só agora a coisa andou. Fisicamente, ele já está outro menino. A cor não está mais amarelada, o cabelo deu um "bum", o rostinho já tem outra aparência. Sem falar que tem muito mais energia, brinca mais, corre mais, sorri mais e vive fazendo gracinhas. Uma criança bem nutrida é tudo nessa vida, gente. Como faz diferença. Não estou falando de peso ou altura, mas sim de uma boa nutrição.

O que eu concluo com tudo isso é: Tudo tem seu tempo e nada está sob o nosso controle. Aliás, é muito difícil lidar com essa falta de controle na maternidade. Antes minha vida estava na palma da minha mão... Eu fazia e acontecia. Agora, eu tenho que torcer para as coisas acontecerem e torcer mais ainda não para não se frustrar muito caso não aconteçam. Enfim, os filhos chegam para ensinar muitas coisas aos pais. Inúmeras lições que já que aprendi nesses quase 19 meses. É difícil, mas dia após dias, vamos superando os desafios. ♥


Sim, mais uma data redonda!!! DEZOITO MESES! UM ANO E MEIO! Só mais seis meses para dois anos que, como sabemos, vai passar voando.

Esse mês foi engraçado. Definitivamente o Heitor já não tem mais aquela carinha de bebê, sabem? Perdeu todo jeitinho de neném. Agora é um verdadeiro menininho. Está andando super bem, parece um mini adulto... hahaha

  • Continua com 81,5cm e 10070kg.
  • Sem novidades em relação aos dentes... No total está com 16 dentes.
  • Não toma mais banho na banheira, passamos para o chuveiro (e ele ama!).
  • Continua falando só mamãe e papai, mas tenta falar outras coisas... Por enquanto não consegui identificar. 
  • Tem aceitado alimentos aos poucos, graças a Deus! Inclusive completamos um ano de IA, mas parece que estou começando tudo de novo ainda. Ah, a maternidade! Como prega peças.
  • Ainda acorda duas vezes para mamar de madrugada. Dorme no cercadinho ao lado da nossa cama, mas no meio da madrugada ele vem dormir com a gente.
  • Ama musica e não pode escutar que já sai dançando.
  • Adora jogar bola! Chuta direitinho.
  • Aqui, acredito eu, que estamos em um tipo de pré-Terrible Two. Gente, o menino não aceita ser contrariado! Tá osso, mas até que estamos conseguindo lidar com isso. 
  • Heitor não melhorou da gripe, que evoluiu para uma pneumonia. Ainda estava no comecinho, estamos tratando. E tendo em conta todo o trabalho que tivemos e sabendo que com o inverno as coisas irão piorar, tiramos ele da escolinha. Pesando na balança, para nós, realmente não vale a pena. Não agora, pelo menos.
Com esse marco, já estou pensando na festinha de dois anos. Será no mesmo esquema da anterior. Simples e iremos fazer quase tudo. O tema já foi escolhido: Snoopy e Charlie Brown.

Outra novidade é que transformamos o berço do quarto dele em cama. Como só usávamos para trocá-lo e minha mãe estava com muita dor nas costas quando dormia na cama auxiliar, resolvemos fazer isso. Ficou uma graça, bem aconchegante e deixou o quarto com mais espaço. Pretendo fazer a transição para o quarto dele em Setembro e aí irei dar uma melhorada na decoração.

Quartinho do meu amor! <3
Setembro será o mês... Também pretendo iniciar o desmame (da forma mais gentil possível). Imagina, tanta coisa pra fazer... Coração até entristece, pois o meu bebezinho foi embora, dando lugar a um menininho cheio de vontades, mas muito meigo e carinhoso.

Beijos, até a próxima.
E como falei pra vcs, dia 02/03 o Heitor foi pra escolinha. Vou contar como foi dia após dia.

1° dia: Fomos para escolinha e fiquei com ele durante uns 40 minutos. Dançou, riu, brincou. Depois ele foi para outra atividade e nesse momento a diretora pediu para me ausentar. Aceitei e ele começou a chorar. Eu disse: Amor, vc vai brincar agora e já já mamãe te pega. Claro que não resolveu, né?Virei e saí com o coração despedaçado e o choro entalado. Ele chorou o tempo inteiro, não quis participar de nada, só ficava batendo na porta e me chamando. Passou um tempo e fui ficar com ele. Quando o peguei em meus braços, não aguentei... Chorei muito, muito mesmo. Ainda participei da leitura com ele e fomos embora. Ficamos lá por uma hora e meia.

2° dia: Levei ele até dentro da escolinha, me despedi e saí. Fiquei no shopping que tem em frente. Dessa vez estava mais segura. Mas o coração estava em pedaços. Ele ficou lá por duas horas, só chorou.

3° dia: O deixei no portão, me despedi e vim para casa. No momento em que pisei aqui... Desabei. Cadê meu filho? Estou fazendo o certo? Que saudade do meu filho! Era o que eu pensava.
Não consegui fazer nada, fiquei deitada. Tipo uma fossa. Recebo um whats... Era a diretora falando que o Heitor estava bem e logo em seguida me mandou um vídeo dele na aula de música dançando com os colegas. Meu coração se acalmou.

4° dia: Heitor, como todos os dias, entrou chorando, porém, foi para os braços da tia por livre e espontânea vontade. Se alimentou um pouco. Aceitou suco, biscoito e comeu duas colheradas no almoço. Fiquei feliz. 

5º dia: A mesma coisa de todos os dias. Ainda chorou bastante, mas ficava calmo na hora em que tinha musica. Não quis água, mas quis suco. Não quis comer, somente o biscoito.

6º dia: Foi um dia bem ruim, segundo a tia. Chorou muito, não quis nada... Só suco.

7º dia: Entrou na escola bem calmo, sem chorar e foi para o colo da tia tranquilamente. Não chorou, comeu todo o almoço e só recusou as frutas. Todos os dias, ele sempre estava chorando quando eu chegava para pegá-lo e nesse dia ele estava calmo, feliz. Pensei: Finalmente as coisas irão fluir! #sqn Chegamos em casa e percebi que o Heitor começou a ficar esquisito. Mamou e adormeceu. Quando fui colocá-lo no berço ele acordou fazendo ânsia... Achei estranho e segundos depois ele vomitou. Começou a ficar amuado e logo veio a diarreia. De noite o nariz começou a entupir. No sábado já não vomitava, mas a diarreia continuava e já estava super resfriado. Passamos o fds assim e na segunda consegui um encaixe com a pediatra. Ela disse que é virose de escolinha mesmo. :( Passou alguns medicamentos e voltamos para a casa.

Saldo da primeira semana :(

Hoje é quarta-feira e só agora que ele está melhor. Passamos noites muuuiiitoooo difíceis. O pior é que eu e o marido pegamos a mesma virose e estamos nos recuperando. 

O Heitor sempre foi saudável, nunca teve nada disso. Fiquei bem chateada, pensei bastante se vale mesmo a pena deixá-lo na escola. A antiga pediatra (maravilhosa!) tinha me alertado caso eu voltasse a trabalhar e optasse por deixar ele na escola: Em média são 12 doencinhas por ano. O ideal é colocá-lo somente aos 3 anos de idade, pois o sistema imunológico já está um pouco mais desenvolvido. Aí eu penso: Vou deixar na escola pra ver se ele come... Digamos que ele coma, logo vem outra virose e perde tudo o que ganhou. Noites difíceis, bebê doentinho, casa um caos... Vale a pena? Óh, céus! Quando a gente acha que as coisas estão andando, que estão sob controle... :(



Dia 18/03 o pequeno fará 18 meses, mas tô sentindo que o temido Terrible Two está chegando.

Um simples NÃO (que pra eles não é tão simples assim) é motivo de...

Se jogar no chão
Ou se jogar no chão e bater a cabeça no chão
Ou morder quem estiver mais próximo
Ou arremessar o que estiver nas mãozinhas
Ou sair correndo e se arremessar no sofá

High Need + Terrible Two = Mamãe respirando fundo para não pirar


Pois é... Decisão repentina, porém, achamos que é preciso. Deixa eu explicar...

Tive que reformular este post, pois escrevi ele e depois de um tempo as coisas mudaram um pouco... Pra melhor, graças a Deus.

Como sempre comentei aqui, o Heitor estava  com problemas na alimentação. Aliás, nem sei como chamar. Ele simplesmente não comia e parou de aceitar suco. Estava vivendo de LM e água. Dia 09/02, no auge do meu desespero, marcamos uma pediatra particular. Acompanho ela no Face, ela é bem humanizada, sabe? Diferente desses médicos de convênio. Conversei com o marido, joguei um charme, fiz um drama e contei como essa situação está me deixando maluca. Tive que fazer isso, pois ele iria desembolsar um valor nada baixo e como ele mantém a casa sozinho...

Enfim, dia 09/02 fui na consulta. Consultório novo, cheiroso, lindo e atendimento super humanizado. O Heitor se sentiu em casa. Corria, sorria, brincava. Atrasou um pouco, mas valeu a pena. A Dra é um amor. Me escutou, me orientou e me acalmou. O Heitor foi pesado e estava com 10070kg. Emagreceu 230 gramas. Está com 81,5cm. Fiquei bem mal com isso. Estava na consulta aparentemente calma, porém, por dentro estava gritando de desespero. Podem até falar que perder um pouco de peso é normal, que pode acontecer... Mas é impossível, como mãe, não ficar preocupada. Se fosse motivo de doença, até tudo bem... Mas não, ele perdeu peso pq não come. Ela passou uma série de orientações e vitaminas para o Heitor. Disse pra seguir tudo a risca e que devo, acima de tudo, acreditar, pois vai dar certo. Também nos deu um encaminhamento para Fono, devido a mastigação... O Heitor não sabe mastigar. Já fizemos uma avaliação e começaremos as sessões dia 03/03. 

Uma das orientações é levar o Heitor pra passeios com mais crianças. Essa questão é bem complicada para nós. Durante a semana as crianças que conhecemos estão na escolinha e no fds é quase impossível bater as agendas dos pais. Consegui com minhas amigas marcar um encontro no parque só dia 25/03. Uma vai fazer cirurgia, a outra vai trabalhar, a outra vai viajar... Gente, difícil. Pensei, pensei... Marido e eu conversamos. Então, decidimos matricula-lo em uma escolinha. Fiz outra visita na escola em que ele ficaria caso eu retornasse ao trabalho e tomei minha decisão. Serão somente 4hrs por dia. Além das atividades, serão oferecidas duas refeições (café da manhã e almoço). Ele irá iniciar em Março. Estamos ansiosos e confiantes que surtirá algum efeito. Deus abençoe que sim. O coração está apertado, mas vamos fazer um teste. Talvez ele precise dessa convivência.

Pouco depois disso tudo, minha mãe veio passar uns dias aqui em casa (ela mora no interior de SP). E pediu pra ela mesma dar a comida para o Heitor. Eu deixei, meio sem fé, pois já tentamos isso e não deu certo. E pasmem... Acreditam que o Heitor aceitou a comida??? O jeito é totalmente diferente: O Heitor fica no nosso colo e vamos dando a comida na colher mesmo. Já faz uma semana que ele está se alimentando. Aceita somente umas 3 colheres de fruta de manhã e a tarde, mas aceita o almoço e a janta super bem. Continua com a água e raramente aceita o suco. E claro... Muito LM! Se eu soubesse não teria gastado a grana com pediatra particular...kkk Eu segui as orientações dela, que na verdade era o que eu estava fazendo desde os 11 meses do Heitor e nunca deu certo. Graças a Deus encontramos nosso jeitinho. Ser mãe é isso, gente... Inventar, criar estratégias ou simplesmente dançar conforme a música.

Agora, em relação a escola, estou meio preocupada. Espero me surpreender, mas conhecendo o meu filho e o modo como ele está apegado a mim, acho que essa adaptação será difícil. Mas estou confiante. Vamo que vamo, que tudo corra bem. Começamos dia 02/03 e venho contar tudinho. 
E mais um mês se passou. Eu sempre falo que depois que o Heitor nasceu os dias voam. A correria é tamanha, que os dias acabam em um piscar de olhos.

Nesse mês o bonitão começou a correr e por isso todo dia leva um tombo. Se antes ele nos entendia, hoje ele entende mais ainda... Tipo, tudo! Continua não falando muito, mas se comunica muito bem.

Também percebi que ele começou a se interessar por desenhos mais interativos, que tenham diálogo e história. Antes era somente os musicais e Peppa, hoje ele já assiste Snoopy e sua turma, Meu amigãozão, Show da Luna e Miss Moon. Ela presta atenção, acho que já entende as situações. Uma graça.

Agora passa mais tempo com os brinquedos. Brinca de carrinho, de bola e com os outros brinquedos. Adora os que tenham botão para ficar apertando. Outra coisa, adora tudo o que tenha tampa pra ele tentar colocar. Fica um tempão tirando e colocando a tampa nas coisas. Outra brincadeira que ama é esconde esconde. A noite brincamos nós três... É muita farra!!!

Sobre a alimentação, irei fazer um post sobre isso e sobre uma novidade.

O sono está na mesma. Tem dias que ainda acorda muito devido a coriza desses últimos dias e outras umas duas ou três vezes.

É isso meninas!

Beijos
Finalmente! Saga do DIU terminou. Desde novembro/16 nesta correria. Vai em um médico e ele não coloca pelo plano, vai no outro com agenda super lotada, até que encontrei a GO maravilhosa por indicação das amigas.

Hoje fiz a colocação. Como foi em hospital, tem a história do centro cirúrgico. Depois me arrependi, pois em clinica seria mais pratico, mas talvez mais dolorido. O Heitor ficou com a sogra, marido me deixou no hospital e voltou pra cuidar dele.

Fiz a internação as 6:00 da manhã. Já me levaram para o AP e logo veio a enfermeira fazer algumas perguntas, ver temperatura. Depois veio de novo com aquela roupinha linda e transparente, disse que logo viriam me buscar. E logo as enfermeiras do centro cirúrgico chegaram. Pediram pra deitar na maca e me cobriram com lençol. Chegamos no centro cirúrgico o anestesista veio conversar comigo e logo a dra chegou. Ela também conversou comigo, tirou algumas dúvidas e disse que iria colher uma amostra para biópsia de uma calcificação que apareceu no ultra. Fui levada para a sala, a anestesista colocou o acesso, a enfermeira colocou alguns eletrodos, o medidor de pressão e a máscara de oxigênio. Me senti no parto de novo (exceto pela mascara)! Kkkk 

Gente, nunca na vida tinha tomado anestesia geral! Que soninho mais gostoso!!! Há 17 meses eu não dormia daquele jeito... Kkkk Aplicaram a bendita e meu corpo ficou muito mole, o mundo começou a girar e eu perguntando: Isso é normal? A anestesista responde: É sim. Pode fechar os olhos e respirar fundo.

Apaguei. Acordei com a enfermeira me chamando, garganta irritada, com gosto de remédio na boca, camisola diferente e um esparadrapo no dedão que estava com a unha quebrada já chegando na carne... hahaha

Estava meia grogui, mas é uma sensação gostosa, calmante. Quando estava totalmente acordada, fui para o quarto e já liguei para o marido. Escutei os berros do Heitor chorando, querendo peito. Marido saiu correndo com ele. E eu lá, grogui, preocupada com meu pequeno. Aproveitei para comer enquanto os esperava. No tempo em que estive fora, o baby não aceitou comida, nem suco, nem nada... Só água. Chegou no Hospital cismado comigo, mas já veio para o peito. Mamou e virou outra criança... rsrs

Me troquei, marido assinou a alta e fomos embora. A médica deixou um pedido de ultra pra fazer daqui a duas semanas e já deixei agendado.

Por enquanto, estou sem dor e somente com um sangramento bem discreto, graças a Deus. Mas de qualquer forma, já tomei Buscopan pra garantir. O procedimento foi super tranquilo, rápido e com quase zero de dor. Quem quer colocar e tem algum receio, te digo: Vá em frente.

É isso meninas. Talvez agora só tiro o DIU para fazer a troca em 2022. Sem previsão de segundinho, provavelmente não teremos. Ainda faço um post sobre essa "decisão".
Oi, meninas!!!

Voltamos ontem da praia! Mamãe estava precisando pisar na areia, contemplar o mar e por alguns minutos esquecer um pouco da correria.

Fomos dia 03/02 e voltamos dia 05/02. O destino foi Guarujá/SP, aqui pertinho. Só uma fugidinha mesmo.

Foi a primeira vez do Heitor na praia e não fazíamos ideia de como seria. Estávamos bem apreensivos pra falar a verdade. Marido negociou uma folga e na sexta pegamos a estrada. Chegamos por volta das 13:00hrs, fizemos check in, almoçamos, dei banho no Heitor é tentei colocá-lo pra dormir, pois era hora da soneca. Mas gente... Ele ficou tão empolgado com as novidades que não quis dormir. Então, nos trocamos e fomos para a Praia do Éden. Adivinhem... Heitor pegou no sono durante o trajeto de carro. Chegamos na praia com ele dormindo, forramos com toalha a piscina dele de inflar e o colocamos lá. Acabou dormindo o tempo inteiro, acordou quando fomos embora... Rsrs

Chegamos no hotel e fomos para a piscina. Ele amou! Rolou até dancinha de tanta empolgação e felicidade. Uma fofura!!!

O único problema era/é no momento das refeições. O Heitor não é aquele bebezinho que fica quietinho, observando o mundo enquanto os pais comem. Ele não para quieto no cadeirão, tenta me escalar, sair do cadeirão, chora, grita, arremessa a comida longe... Aí (podem me julgar), apelamos para o tablet ou celular. Se quisermos ter uma refeição mais ou menos sossegados é assim. 

No sábado, acordamos, tomamos café (um verdadeiro sufuco!) e saímos para a praia. Gente, como ele amou o mar. Gargalhava quando sentia as ondas. Fomos para a praia da Enseada, quem conhece sabe que é uma praia muito tranquila, com ondas super pequenas. O sol estava tinindo, por isso, muito protetor solar no Heitor e ainda uma camiseta manga longa com proteção UPF 50. Ele é bem branquinho, então, não queríamos arriscar.

Se não estivesse na água, estava na piscina inflável ou... No tetê da mamãe. 

Só pra disfarçar, mas dá pra ver muito nessa imagem... kkk

Heitor tem mania de mamar e por o dedo na minha boca...hahaha

Voltamos da praia, tomamos banho e Heitor foi tirar sua sonequinha. Acordou e fomos para a piscina. Ficamos lá por bastante tempo e depois do banho íamos passear pela praia e jantar. Devido ao horário de verão demorou muito para anoitecer... Muito relaxante.

Acho que como tudo era novidade, ao mesmo tempo que estava empolgado, também estava receoso. Por isso, ele quis muito, muito mesmo o peito. Chorava quando ia para o colo do pai, não quis andar sozinho na praia... Dava só uns passinhos e pedia colo. Também fomos em shopping pequeno que tem por lá e tinha um espaço para crianças pequenas brincarem. Ele se empolgou, mas também não queria andar sozinho. Pedia a mão. As outras crianças se divertindo pacas e ele todo tímido. Nesse momento até chorei. Deu uma sensação esquisita ver ele daquele jeito. Também não posso querer que ele seja super extrovertido. Não está acostumado, só fica em casa comigo e não tem em seu convívio bebês da mesma idade. Coloquei como meta sair mais com ele, levar pra lugares que também tenham crianças. Todo dia ele sai de carrinho com avós enquanto eu tomo meu banho e arrumo algumas coisas, mas acho que teremos que melhorar essas saídas.

Tirando alguns perrengues, foi uma viagem muito gostosa. Renovamos as energias, Heitor conheceu o mar e voltamos com saudade pra nossa casa. Já queremos repetir!!!

Gente, parece que foi ontem que escrevi sobre os 15 meses do Heitor e dia 18 ele completou 16 meses.

Está uma graça de menino. Entende tudo e está interagindo mais e cada vez melhor. É bem sério com estranhos ou com alguém de pouco convívio, acredito que é assim por ficar em casa comigo. Adora crianças! Fica super feliz quando encontra alguma... Abraça, pega na mão, fica gargalhando de felicidade.

Finalmente está andando pra cima e pra baixo. Ele perdeu o medo de um dia para o outro. Ainda no dia 17 morria de medo de andar sozinho e aí, no dia 18, simplesmente saiu andando pela casa. Sozinho, sem apoio, sem nada. Cada dia que passa ele anda melhor. Lindo demais isso.

Continua sem querer comer. Só quer LM. Estou pensando em marcar com uma Nutricionista. Será que ela tem alguma ideia diferente que o faça comer? :/

Sono noturno na mesma. Acorda umas duas vezes pra mamar.

Outra novidade é que irei colocar o Diu Mirena dia 11/02. Finalmente! O marido não gosta dessa ideia, pois quer um segundo filho e acha que com o Diu as coisas ficarão mais difíceis... Pois eu não quero um segundinho(a). Assunto pra outro post.

E adivinhem quem apareceu depois de 2 anos?? Ela mesma! A Miss Red. Quase caí pra trás, não esperava e até me emocionei. Ela veio pra mostrar que as coisas estão voltando ao normal.

Por aqui é isso gente.
Volto assim que possível.

Beijos

Oi meninas! Como foram as festas por aí? Por aqui foi tudo tranquilo. Passei a virada amamentando...haha

Hoje quero compartilhar com vocês um texto que vi no Facebook. Me identifiquei tanto, aliás, me vi nesse texto.

Todos os dias travo a minha batalha de aceitação. Quando vejo fotos antes de ser mãe simplesmente não me reconheço. É esquisito, não é a mesma pessoa. Outro dia chorei para o marido contando dessa sensação estranha. Ainda não me aceitei. Sempre bate a saudade da vida antiga, mas ao mesmo tempo ela não se encaixa com a nova vida. Eu queria conciliar, mas não dá. Por mais que eu relute, agora sou uma pessoa totalmente diferente e preciso aceitar isso. Ahh, a maternidade... Como me pegou de jeito.

O texto fala tudo.

---------------*-------------------*---------------

Imagem relacionada

Eu me perdi nos braços da maternidade, e nessa caminhada passei anos tentando me reencontrar. O que eu não sabia, mas já posso te contar, é que depois que temos um filho precisamos nos REINVENTAR.
Perdi muito tempo desejando fazer as mesmas coisas, me enxergar da mesma forma, ser a mulher que eu era… e só me frustrei pelo caminho. Quantas vezes chorei escondida por não me reconhecer dentro de mim? Incontáveis foram às vezes que a mulher refletida no espelho (descabelada, fora de forma, cansada e cheia de olheiras ) dizia muito pouco sobre o meu verdadeiro eu? Nadei contra a minha própria história, em busca da minha auto aceitação. Desrespeitei o meu tempo e sofri! Como sofri…
Demorei, mas eu descobri que nunca serei quem um dia fui. Aprendi a amar minhas novas formas, meu cabelo branco a mostra, minha cicatriz, e até as minhas roupas que não cabem mais em mim…
Aprendi a amar a paciência que adquiri, o carinho que exala em mim, a minha forma de respeitar o próximo, o senso de justiça, a minha nova visão de mundo, e principalmente a maternagem que tanto me transformou – e até machucou, me tornando exatamente quem eu sou!
Talvez, você aí não perceba, mas enquanto você se olhar no espelho querendo ser quem era, vai perder a linda paisagem dessa longa viagem chamada maternagem. Olha quantos frutos você deu, mãe! Olha quantas lágrimas você enxugou e quantos sorrisos você plantou. O seu novo eu é incrível. Olhe para dentro de você e se permita enxergar a luz que SÓ VOCÊ TEM!
Sua missão é linda, e vai muito além do que os outros podem enxergar… seja gentil com quem merece todo o seu amor: você! Hoje, eu brinde à você! Eu brindo a mim! Vida longa e amor próprio, é tudo que eu desejo para nós. Tim-tim!
Texto: Ananda Urias
www.maezice.com.br