O que eu não sabia sobre os RNs

Eu acho que eu não sabia era de nada. Quando engravidei nem cheguei a me preparar para o pós nascimento. Não fiz curso, não assisti videos de banhos em RN, nem de como trocar a fralda... Não fiz nada. Apenas li uma coisinha ou outra. E vou falar que não me arrependo. É impressionante como vc aprende e aprende rápido. Se um dia nascer outro, sei que, em relação aos cuidados, estarei bem preparada.

Mas agora... Existem coisas que eu nem imaginava. E que foi uma grande surpresa pra mim e graças a Deus que minha mãe estava aqui para me orientar (e acalmar). Não sei se com vcs foi a mesma coisa. Vou listar algumas que aconteceram por aqui.

- Reflexo de Moro: "O reflexo de Moro é um reflexo normal em todo bebê recém-nascido, que se caracteriza por abdução e extensão brusca de membros superiores, geralmente associado a movimento semelhante de membros inferiores e choro forte." Fonte
Vocês sabiam/sabem que isso existe? Eu fiquei super assustada quando vi pela primeira vez. O Heitor estava deitado e do nada estendeu os braços, como se tivesse tomado um susto. E isso só acontecia durante as sonecas. Logo aprendi: Três reflexos seguidos e ele acordava. Corri e fui pesquisar. Depois falei com a pediatra e ela disse que é normal. O bebê saudável precisa ter isso. Seria preocupante se isso não estivesse acontecendo. O que pode ajudar é fazer o charutinho. Mas o Heitor odiava. :/

- O Estrabismo: Sim! As vezes eles ficam vesgos. Normalmente é em um olho só e dura um milésimo de segundo. Quando aconteceu, eu gritei pra minha mãe: Mãe, o Heitor ta vesgo! 
Na mesma hora minha mãe riu e disse que é assim mesmo... hahaha

- Muita necessidade de colo: Vcs já ouviram falar na exterogestação, né? Ela é real gente! Se o seu baby ainda não nasceu... Prepare-se para oferecer muito colo. A necessidade de estar grudadinho é impressionante. Eu jamais imaginei que fosse dessa forma, afinal, sempre que visitava um RN estava no carrinho, no berço, na cama... Sei lá. Pensei que eu não iria precisar ficar com ele no colo tanto assim. Mas precisei! Era muito peito, muito colo e mais colo. As vezes eu embalava ele por uma hora e quando colocava no berço ele acordava. Depois aprendi: Dormiu? Continua no colo. Sentava no sofá e começava a assistir os meus filmes. O Sling ajuda muito gente, mas o Heitor também não gostava de Sling. Era um choro só! 

E vcs? Me contem.

Beijos

2 comentários:

  1. Thata aqui tbem o que mais me surpreendeu foi a necessidade de colo e o que mais me incomodou na verdade (hj vejo que passa tão rápido que é besteira sofrer com isso, nada como a experiência, RS), eu achava um exagero qdo as mães diziam que não tinham tempo de comer, de ir ao banheiro e lá estava eu na mesma situação...rsrs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É mesmo, tudo passa. E a gente ainda fica com saudade. Hoje ele corre a casa todinha, faz as coisas sozinho, não precisa mais de tanto colo. Mas quando ele quer, aí não tem jeito...rsrs

      Excluir